26 setembro, 2016

Paixão Platônica.



Imagem: Andrew Salgado

Contemplei a beleza dos seus olhos
Olhos de poeta, sempre mudos
Me oferecem instantes
Que nunca tivemos.

Se de perto eu os olhasse
Sem ser por um retrato
Quem sabe conheceria
O verdadeiro amor
Ou sucumbiria em pranto e dor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário