12 agosto, 2015

6º Avenida


Nós mantemos este amor numa fotografia
Nós fizemos estas memórias para nós mesmos
Onde nossos olhos nunca fecham
Nossos corações nunca estiveram partidos

E o tempo está congelado para sempre


Imagem - Sandro Andrade


O sol quando se esconde
Revela uma noite fugaz,
E um beijo se perfaz em meio
A 6º avenida.

Os braços apertam os corpos,
Os olhos vislumbram as faces cristalizadas.
As narinas sentem o cheiro; o perfume
Que perturbará alegremente e dolorosamente
A mente.

Você, tantas vezes amênico, tantas vezes imprescindível.
Rasga o início do que não era nada.
Eu, tantas vezes reles, tantas vezes depreciada.
Eu, tantas vezes apaixonada, tantas vezes inadequada,
Empresto-te, por um minuto, o hálito da vida.

E em meio aos seus olhos, céu sem estrelas,
Eu me torno prisioneira da 6º avenida de nossas vidas.

11 agosto, 2015

Bipolar





                                                           Imagem: Audrey kawasaki

Eu gostaria de tê-lo
Mas se eu o tivesse
o outro eu não teria.

Eu gostaria de beijá-lo
mas se ele eu beijasse
o outro eu não beijaria

Eu gostaria de tocá-lo
mas se ele eu tocasse
o outro eu não tocaria.

Se nele eu pensasse
no outro eu não pensaria
Mas, se nos dois eu penso
tudo fica tenso e logo
eu os dispenso.

Se um eu amasse
o outro eu não amaria.
Mas, como os dois eu amo
Depois de tantos anos
nenhum eu possuo.

07 agosto, 2015

Marilyn Monroe.


Uma garota sábia beija mas não ama, escuta mas não acredita e parte antes de ser abandonada. - Marylin Monroe. 



Eu sou impaciente e até um pouco insegura.
Não posso mudar isso, vem da minha essência.
Às vezes eu me sinto como a Marilyn Monroe
Com suas crises de ansiedade, paranoia e medo.
Às vezes não consigo nem levantar da cama,
Então o dia se torna nublado – eu estou deprimentemente
Para baixo, assim como a Marilyn Monroe.

Eu não sei qual caminho seguir...

E todos me tocam em busca de um pedaço meu, apenas um pedaço.
Como se eu fosse uma mercadoria eles ofertam o melhor sorriso,
A melhor gentileza, a melhor mentira.
Mas eu não estou à venda!

Eu sou amaldiçoada assim como a Marilyn Monroe.
Não sou perfeita, então me aceite ou desista de mim,
Porque se você não consegue lidar com o meu pior
Nunca terá o meu melhor.

Sorria, acene... Porque você é uma Diva e merece direito ao brilho.
Sorria e beije-o... Depois deixe-o se não ele te deixará antes.
Sozinha, assim como a Marilyn Monroe.

Então eu me ergo. E volto a me sentir nas alturas, tão inalcançável
Que nada, nem ninguém poderá me deter.
E todas elas precisam saber que:
Nenhuma mulher deve esquecer que ela não precisa de ninguém que não precise dela.
 Pois, tudo acontece por um motivo.
As pessoas mudam para que você consiga deixá-las para lá.
 As coisas dão mal para você aprender a aprecia-las quando estão boas.
E às vezes, coisas boas se separam para que coisas melhores ainda se juntem.









04 agosto, 2015

O dia seguinte.


Eu estou com frio e envergonhada.
Eu estou bem acordada e posso ver
Que o céu perfeito está destruído
Você está um pouco atrasado

E eu já estou despedaçada


Imagem: Rimel Neffati

Faz mais de uma hora que acordei, mas não consigo levantar da cama, isso sempre acontece quando me sinto triste e decepcionada. Eu viro a cabeça para o lado e penso que sou uma idiota. Eu viro a cabeça para o outro lado e penso que sou uma babaca. Levanto da cama com ar de defunta, a minha boca amarga como se eu tivesse tomado algo bem ácido e o gosto ficou impregnado na minha língua, e por mais que eu escove os dentes dezenas de vezes o azedo não vai sair por um bom tempo. Eu sei muito bem que gosto é esse, é o gosto da infelicidade, porque a felicidade é pra quem pode e hoje eu não estou podendo nada. Sei lá, mas a vida insiste que eu seja infeliz "amorosamente falando". E só me resta ficar assim, amarga. Vou fazer o quê? Reinventar a minha dor? Criar uma personagem alegre, sorridente, piadista, feliz... não, hoje não.  Eu só quero ficar aqui com a minha tristeza, trancada dentro desse quarto escuro e sem ar.
Por que você tinha que me magoar? Por que você me obrigou a fingir estar viva pra todo mundo ao meu redor enquanto eu queria apenas chorar sozinha trancada no banheiro de casa. Mas eu não chorei. Obriguei-me a sorrir para todo mundo que me olhava com um ar de espanto misturado com pena. Obriguei-me a dançar enquanto eu queria apenas estar dormindo um sono profundo. Vontade de te esmurrar, e dizer que você foi um idiota. Dizer que você  fez eu me senti a pior coisa do mundo, um objeto facilmente descartável que você usou para não sentir dor ou qualquer espécie de saudade.
Uma simples conversa bastaria. Uma simples conversa teria me feito compreender. Mas você não disse nada. E aquilo foi terrível.
E agora é impossível eu não senti uma raiva absurda de você. É impossível que você e os outros caras não tenham matado a minha esperança sobre o príncipe que não é encantado  aparecer um dia. Como eu faço para agradecer? Uma salva de palmas serve? Ok! agora estou aplaudindo de pé o belo espetáculo. Foi friamente lindo. Parabéns!
Sabe, você não era só um cara, estava começando a ser um amigo que me ajudava diariamente a ser mais alegre. E só Deus sabe que no meio de um mundo que se faz deserto, temos sede de encontrar um amigo verdadeiro.
Agora só me resta senti uma falta absurda de você e do nosso laço que estava se fortalecendo aos poucos. Só me resta esperar o tempo passar. Só me resta apagar da memória o seu sorriso branco e amigável. Os seus olhos que se tornam minúsculos quando você ri. A manhosidade do seu corpo. A voz firme e introspectiva ao falar sobre a vida. A voz mais chiante e tranquila ao fazer uma piada. O andado meio confiante, meio desorientado. Do abraço de quebrar mil costelas. E o cheiro do perfume forte, e o natural expelido pela sua pele. Todas essas lembranças irão passar e eu não poderei mais emprestar mistério ao vazio.
Graças a Deus que isso tudo aconteceu no início do nada. Graças a Deus eu ainda permanecia com um pé no chão. Graças a Deus que sou pessimista e não espero mais nada dos “relacionamentos” há muito tempo. Mesmo assim, isso não me impede de senti uma tristeza absurda. É triste saber que a partir de agora você será apenas mais um cara desconhecido que de vez em quando eu vou cruzar pela vida. Que você vai ser apenas mais um ser humano igual a tantos outros que não trazem nenhuma magia para a minha vida.


É triste saber que apesar de tudo eu espero que você seja feliz e vencedor. É muito triste saber que apesar de estar friamente ferida eu não consigo te odiar por completo. E sinceramente, eu espero que você nunca leia esse texto, minhas palavras se encontram muito cruéis e apesar de tudo eu não  quero machucar você com a minha escrita que precisava ser redigida para eu me libertar da dor da ilusão perdida.