02 julho, 2014

.



A sua inocência é para a vida a literatura
 Seus olhos negros me calam
E suas pernas me cercam
Haveria em suas mãos as palavras para tudo isso?
É bem possível que tudo que eu sinta seja
De modo indistinto
Apenas a sensação de que ser jovem está no ato
E nesta vontade insana de soprar borboletas do estômago.

De: Carlos Vasconcelos
Para: Sidy Batalha




Nenhum comentário:

Postar um comentário